Home / Notícias
IR 2019: Contribuintes não conseguem importar carnê-leão; saiba resolver
Postado por Comunicação CRCPE
14/03/2019

Muitos leitores do UOL relataram que estão com dificuldades para importar o arquivo com as informações do carnê-leão de 2018 para a declaração do Imposto de Renda 2019. O programa informa que houve erro no processo ou que o arquivo não é compatível. 

O carnê-leão é usado principalmente por contribuintes que recebem rendas como aluguel, pensão alimentícia ou de trabalho autônomo. Segundo a Receita Federal, o problema está ocorrendo porque os contribuintes estão utilizando uma versão antiga do programa do carnê-leão 2018. A versão correta é a 1.1.

Para verificar qual é a versão instalada no seu computador, abra o programa do carnê-leão 2018 e olhe a barra no alto da tela. Outro caminho é clicar em "Ajuda" e depois no item "Sobre".

Se você está com a versão 1.0, a orientação do Fisco é atualizar o programa do carnê-leão 2018 e depois fazer a importação do arquivo para o programa do IR 2019. Veja como resolver o problema. Passo a passo 1) Entre no programa do carnê-leão 2018 instalado na sua máquina e faça uma cópia do arquivo com as informações que você preencheu ao longo do ano passado. Para isso, localize o menu "Ferramentas" na coluna do lado esquerdo. Em seguida selecione "Gravar Cópia". Salve o arquivo numa pasta do seu computador onde você tenha fácil acesso. O nome do arquivo salvo terá o formato "12345678900-LEAO-2018-2018-COPIA-SEG-DBK". Os 11 primeiros números correspondem ao seu CPF.

2) A Receita recomenda verificar se o aplicativo "Máquina Virtual Java (JVM)" do seu computador está na versão 1.7 ou superior. Na dúvida, o melhor a fazer é instalar a versão mais recente. Entre no site do Java, clique em "remover versões mais antigas" e siga as orientações do site. Em seguida, escolha o programa compatível com o sistema operacional do seu computador (Windows, Mac ou Linux) e siga as orientações de instalação. 

3) Baixe a versão 1.1 do programa do carnê-leão de 2018 no site da Receita Federal. Não confunda com o programa do carnê-leão de 2019. Siga as orientações do programa para instalação. 

4) Depois que concluir a instalação, abra o programa. Tome cuidado para não se confundir, pois provavelmente o programa com a versão antiga continuará instalado no seu computador. Confira se na barra no alto da tela aparece "Carnê-leão 2018 -Versão 1.1". 

5) Entre no menu "Ferramentas" na coluna do lado esquerdo e clique em "Restaurar". Selecione a pasta do seu computador onde você guardou a cópia do arquivo, que tem nome no formato "12345678900-LEAO-2018-2018-COPIA-SEG-DBK" e clique nele.

6) Localize o menu "Demonstrativo" e clique em "Exportar para o IRPF 2019". Selecione uma pasta à qual você tenha fácil acesso e dê "OK". O arquivo salvo terá o formato "12345678900-LEAO-2018-2018-EXPORTA-IRPF2019.DEC".

7) Feche o programa do carnê-leão 2018 e abra o programa de preenchimento do IRPF 2019. Localize o menu "importações" no alto da tela e selecione "Carnê-leão 2018". Selecione a pasta onde você salvou o arquivo no formato "12345678900-LEAO-2018-2018-EXPORTA-IRPF2019.DEC" e clique nele para concluir o processo.

Fonte: UOL 




Últimas notícias

17/05/2019 - Concretizada Primeira Fase da Simplificação de Obrigações Tributárias Acessórias

17/05/2019 - "Reforma tributária: 7 pontos para entender a proposta que unifica 5 impostos

14/05/2019 - Equipe econômica deve incluir mudança no IR na reforma tributária

14/05/2019 - Concretizada Primeira Fase da Simplificação de Obrigações Tributárias Acessórias

14/05/2019 - MEI – Microempreendedor Individual Que Tenha Empregado Já Está na Fase 2 do eSocial



ENDEREÇOS
Sede:
Rua do Sossego, 693, Santo Amaro
CEP: 50100-150, Recife, PE
   
Subsedes e Delegacias
Clique aqui
CONTATOS
(81) 2122-6011
crcpe@crcpe.org.br

 



REDES SOCIAIS